0800 41 8021
Como conquistar suas metas até o final do ano

Como conquistar suas metas até o final do ano

Você realizou tudo aquilo que planejou para 2019? No início de cada ano, é comum traçarmos metas para conquistar ao longo dos meses, porém nem todo mundo segue uma agenda e, com isso, acabam esquecendo dos próprios planos.

Se esse é seu caso, pode ficar tranquilo (a): ainda restam 4 meses para tirar suas ideias do papel. Continue lendo esse artigo para saber como!


Primeiro passo: saiba o que você quer


O primeiro passo é relembrar o que você estipulou no início do ano. Os objetivos continuam fazendo sentido? Surgiram novos planos? É necessário questionar, afinal, a vida está em constante mudança e trocar de ideia é natural.

Para visualizar seu atual momento e em qual ponto você pretende chegar, faça um mapa mental. Nele, sinalize suas principais necessidades e aproveite para pensar em como colocá-las em prática. Ao se familiarizar com o cenário, é possível descobrir novas maneiras de superar as adversidades.


Quando?


A rotina atribulada é uma grande inimiga da realização. Inclusive, costuma ser utilizada para justificar aquilo que ficou por cumprir. Para não ser mais uma vítima do tempo – ou da falta dele –, é essencial saber gerenciá-lo.

Metas sem prazos são apenas ideias. Por exemplo, se você tem compromisso com um projeto, mas não possui previsão de término, é provável que seja continuamente adiado já que atividades com maior urgência terão protagonismo. Então, quando listar seus objetivos, indique também qual será o período dedicado para transformá-los em realidade.

Seja realista: mesmo que você queira fazer muitas coisas, saiba que o excesso é contraproducente. Tenha em mente quais são suas prioridades, qual é sua disponibilidade e o que é possível realizar dentro desse quadro.


Ferramentas para o seu plano de ação


Para ter um plano claro e que possa ser executado, busque diferentes ferramentas. A metodologia SMART é a nossa sugestão.

A técnica é formada por cinco pontos que estruturam e esclarecem seus objetivos. Por isso, é comum a adoção por empresas, mas você também pode aplicá-la em metas profissionais e pessoais.

Ela se divide em:
  • Specific – Específico: Determine um objetivo claro e que adequado ao seu propósito.
  • Mensurable – Mensurável: Ou seja, você é capaz de medir e acompanhar o seu progresso, assim como os resultados. Por exemplo, em vez de dizer que praticará exercícios durante a semana, opte por “caminharei por 40 minutos todos os dias pela manhã”.
  • Attainable – Alcançável: Não adianta traçar planos ousados da noite para o dia esperando que eles sejam cumpridos. É preciso entender os próprios limites, considerando também variáveis como tempo e a contribuição de terceiros, se for o seu caso. Além disso, é muito mais fácil garantir que seu planejamento funcionará se você dividir em etapas e incorporá-las em sua rotina.
  • Relevant – Relevante: Seus esforços precisam ser adequados e adicionar valor à sua jornada.
  • Time-Based – Temporal: Quer dizer que todas as atividades serão realizadas dentro de um cronograma apropriado a sua disponibilidade de tempo.

Depois de definir aquilo que se pretende alcançar, desenhe sua estratégia para chegar lá. Você pode contar com aplicativos, listas e até mesmo repensar hábitos para continuar motivado e confiante. Algumas opções são o 30/30, Google Keep e Goals on Track.

É clara a satisfação de conquistar algo pelo qual tanto se batalhou. Mas ter objetivos – e mantê-los – vai muito além disso. São eles que impulsionam a novas vivências e ajudam a dar propósito para a nossa vida. E, mesmo que nem todos sejam cumpridos, fornecem aprendizados para experiências futuras.

Que tal colocar essa dica em prática?